Categorias



Xadrez: esporte para competição e para a vida

06/06/2019 - Publicado por: Pedro Bortoloti Jr - Categoria: Esportes - Tags: xadrez nicole competição treinamento

Bastam alguns minutos de visita ao local de treinamento dos enxadristas, na Arena, para se deparar com promessas da modalidade. O espaço oferece treino com acompanhamento de dois técnicos de terça a sexta-feira, das 14 às 20 horas. Um dos treinadores é Renan Levy da Costa, 52 anos, há 36 atuante da modalidade e 30 como técnico, que, antes de apresentar os resultados de rendimento, atribui ao esporte importantes contribuições na questão cognitiva do praticante. “Há uma melhora relativa no processo mental de percepção, memória, juízo e raciocínio”, explica. A partir do amadurecimento do próprio atleta percebe-se, também, uma evolução na questão disciplinar, motivo de muitas queixas de pais e professores.

Nascido em Manaus (AM) e federado dede 1983, o técnico está em sua segunda passagem por Jaraguá do Sul. Na primeira, treinou competidores de 1996 a 2004, período em que conquistou o Jasc, Joguinhos, Olesc e Jesc masculinos e femininos. Na região, atuou, também, em Joinville e Blumenau. Lembra de ter treinado em Jaraguá Alexandre Fier, que conquistou o título de grande mestre, o vice-mundial sub 10, o campeonato Sul-Americano 10 e o Pan-Americano 14. “Os títulos de Jasc, Joguinhos e Olesc para Jaraguá passam de 10”, contabiliza.

Pensando na questão social e pedagógica do esporte, o espaço de treino, que também conta com a técnica Karina Kanzler, é aberto para toda a comunidade. O local é bastante democrático. No grupo dos iniciantes, com cerca de 15 participantes, não há horário de entrada ou de saída. O mesmo ocorre com o grupo dos que treinam para as competições oficiais. “Meu objetivo é juntar forças com a Karina, da qual fui técnico quando ela iniciou as competições por Jaraguá, ainda com oito anos”, lembra.

No Torneio Mundial - Entre os atletas de rendimento, um dos destaques é Nicole Nunes. Com apenas oito anos, a estudante segue, em novembro, para o Torneio Mundial da modalidade, que ocorre na China. A classificação foi conquistada em abril, quando trouxe de Florianópolis a segunda colocação do Brasileiro Escolar. Para participar, no entanto, há a necessidade de ajuda financeira. Mais informações a respeito podem ser obtidas pelo fone (47) 99627-0274.

Aatleta foi indicada, em 2018, revelação do Prêmio Gustavo Kuerten de Excelência no Esporte, um dos principais do esporte catarinense. A enxadrista treina desde os quatro anos e tem como principais incentivadores os integrantes da família, em especial o irmão, Lucas Nunes (15), que também pratica a modalidade e frequentemente conquista títulos importantes. Para Nicole, o xadrez contribui muito com o raciocínio lógico e na concentração, quesitos importantes para as questões pedagógicas.

Lucas Fonseca (16) também é uma promessa para o xadrez jaraguaense. Entre os títulos mais recentes constam o Estadual 2018 e o bicampeonato Brasileiro Escolar, um em 2017, em Blumenau; outro em 2016, em Poços de Caldas (MG).

Lívia Vilela Boava (13) treina xadrez desde os nove anos e, em 2018, na Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc), em Timbó, conquistou o terceiro lugar geral, além do primeiro lugar no tabuleiro e no xadrez pensado. A atleta começou na modalidade pelas mãos da professora de xadrez, Karina Kanzler, ainda na escola. O esporte, para ela, é divertimento e também auxilia com as disciplinas escolares.














 




Jaraguá do Sul - SC - CNPJ: 83.102.459/0001-23 - Rua Walter Marquardt, 1111 - Barra do Rio Molha - 89259-565 - Caixa Postal 421 - Fone: (047) 2106-8000