Categorias



Serviços dos Creas apresentados em evento alusivo aos 13 anos da Lei Maria da Penha

20/08/2019 - Publicado por: Patricia - Categoria: Social - Tags: servicos creas apresentados evento maria penha lei

Os serviços oferecidos às mulheres vítimas de violência pela Secretaria de Assistência Social e Habitação serão apresentados no evento “Comemoração dos 13 anos da Lei Maria da Penha”, a ser realizado nessa quinta-feira (22), a partir das 19 horas, no salão de festas da Comunidade São José, localizada na Rua Manoel Francisco da Costa, no bairro João Pessoa. A apresentação estará sob a responsabilidade da gerente de Proteção Especial, Maria Andréia Stanck, que fará um breve relato desse atendimento que ocorre nos Centros de Referência Especializada de Assistência Social (Creas), por meio do serviço denominado Proteção e Atendimento Especializado a Famílias e Indivíduos (Paefi), que engloba todas as situações de violência.

A gerente destaca que desde 2017 os Creas organizam grupos exclusivos para mulheres, com encontros semanais. “O foco da intervenção visa o empoderamento da mulher, contribui para que ela possa identificar quais são as formas de violência que está vivenciando”, explica Maria Andréia Stanck. Ela acrescenta que, por vezes, a vítima não consegue identificar as violências sofridas, o que torna o trabalho das equipes técnicas fundamental para que essas mulheres se fortaleçam e consigam romper com o ciclo de violência.

A prefeitura jaraguaense, por meio da Secretaria de Assistência Social e Habitação, é uma das parceiras desse evento, que é promovido pelo Cejusc (Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania) de Jaraguá do Sul e tem auxílio, além dos Creas, dos Cras, que fazem divulgação junto à comunidade. A secretária do Cejusc, Claudete Witkosky Shütze, informa que a participação é limitada a 150 pessoas e as inscrições ficam abertas enquanto houver vagas. Os interessados têm as seguintes opções para se inscreverem: na Comunidade São José, das 8 às 11 horas e das 14 às 17 horas; na Emeb Machado de Assis, em horário de funcionamento da escola; no Cejusc, que funciona no Fórum da Comarca de Jaraguá do Sul, das 12 às 19 horas, ou pelo e-mail jaragua.cejusc@tjsc.jus.br. Além de garantir vaga, a inscrição antecipada possibilita a emissão de certificado a quem desejar.
O juiz de Direito Crystian Krautchychyn, responsável pela 1ª Vara Criminal da Comarca de Jaraguá do Sul, atende os casos realtivos à Maria da Penha e diz que a conscientização de toda a sociedade é fundamental para mudar a realidade enfrentada. 

PROGRAMAÇÃO – De acordo com Claudete Schütze, a programação do evento envolve ainda as seguintes participações: da secretária-geral da OAB/SC, Luciane Mortari, que falará sobre a Lei Maria da Penha; do defensor público Sidney Hideo Gomes, abordando acerca da função da Defensoria Pública nos casos de violência doméstica; do psicólogo Pablo Roberto Camillo, quem proporá uma reflexão sobre a necessidade de apego, resistência em persistir no ciclo da violência e outras colocações.

Na programação também está prevista uma atração cultural, com declamação da poesia “Meu Grito” pelas adolescentes Maria Clara Labes (autora) e Isadora Schmidt, além da divulgação das oficinas do Cejusc, pela secretária Claudete Shütze. Ela adianta que há oficinas para casais, só para homens, apenas para mulheres e destinada a ambos, a quem são passadas orientações gerais. Segundo a secretária, a participação nas oficinas tem aumentado desde que iniciaram em 2016, quando houve 141 atendimentos, passando para 227 no ano seguinte, 322 em 2018 e já foram registrados 178 no primeiro semestre de 2019.

A participação é aberta à população em geral, independentemente de estar ou não vinculado a algum processo ou situação de violência doméstica. Quem deseja somente se informar sobre o assunto também pode participar, sendo que os interessados devem procurar o Cejusc – que funciona no Fórum de Jaraguá do Sul, na Rua Guilherme Cristiano Wackerhagen, 87, no bairro Vila Nova – ou ligar para 3275-7284.

Além da prefeitura jaraguaense, o evento ainda tem como parceiros a 1ª Vara Criminal da Comarca de Jaraguá do Sul, a Promotoria de Justiça, a OAB/SC, a Policia Militar, a Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e ao Idoso (DPCAMI) e a Comunidade São José.


 




Jaraguá do Sul - SC - CNPJ: 83.102.459/0001-23 - Rua Walter Marquardt, 1111 - Barra do Rio Molha - 89259-565 - Caixa Postal 421 - Fone: (047) 2106-8000