Categorias



Secretaria de Saúde alerta para cuidados com animais peçonhentos

19/12/2019 - Publicado por: Pedro Bortoloti Jr - Categoria: Saúde - Tags: animais peçonhentos saúde verão cuidados

A Secretaria de Saúde de Jaraguá do Sul faz um alerta para os cuidados que a população deve ter, principalmente no verão, com animais venenosos, como cobras, aranhas e escorpiões. Com o aumento das chuvas nos meses do verão, o período de férias e o consequente aumento no fluxo de pessoas em áreas de matas, é normal uma elevação no número de acidentes por animais peçonhentos. Cerca de 40% dos acidentes são registrados nesse período. Em Jaraguá do Sul, desde o início do ano até agora, ocorreram 12 acidentes com cobras, 44 com aranhas e 1 com escorpião, totalizando 57 acidentes com animais peçonhentos. Não houve registro de caso de morte.

O biólogo da Fundação Jaraguaense de Meio Ambiente (Fujama), Christian Raboch Lempek, lembra que, mesmo estes animais sendo peçonhentos, representam uma importância fundamental para o equilíbrio do ecossistema. Por isso, no período de férias, os Bombeiros Voluntários devem ser acionados pelo 193 para o resgate destes animais. A Fujama retorna com o serviço no dia 22 de janeiro.



Confira abaixo os cuidados recomendados

Como prevenir
Dentro de casa:

- Manter limpos sótãos, lavanderias e depósitos, evitando acúmulo de materiais como entulho e outros materiais reciclados;
- Rebocar paredes para que não apresentem vãos e frestas;
- Vedar soleiras de portas com rolos de areia;
- Examinar calçados, roupas e toalhas antes de usá-los;
- Manter berços e camas afastados das paredes;
- Aplicar tela nos ralos.

No pátio ou jardim:
- Manter limpos quintais, jardins, garagens e depósitos, evitando acúmulo de folhas secas, lixo, entulho, telhas, tijolos, madeiras e lenha;
- Ao manusear materiais e (ou) entulhos, usar luvas de raspa de couro e calçados fechados;
- Acondicionar o lixo em recipientes fechados;
- Realizar periodicamente a roçada e limpeza dos terrenos;
- Ao receber produtos em caixa (papelão, madeira) como aparelhos de ar-condicionado, por exemplo, verificar se há a presença de animais peçonhentos na embalagem.

Nos bosques, hortas e lavouras:
- Usar botas. Isto evita até 80% dos acidentes;
- Proteger as mãos. Usar luvas de couro nas atividades rurais e de jardinagem. Não enfiar as mãos em tocas, troncos ocos. Usar um pedaço de madeira para verificar se não há animais;
- Combater a presença de roedores, pois a maioria das cobras alimenta-se deles. Manter sempre limpos os terrenos, quintais e plantações.

O que fazer em caso de picadas

- Movimentar-se o mínimo possível para não acelerar a absorção do veneno;
- Localizar a marca da mordedura e limpar o local com água e sabão;
- Cobrir com um pano limpo;
- Levar imediatamente o acidentado ao pronto-socorro, para que receba soro e atendimento adequados. De preferência, levar o animal peçonhento junto, ou foto dele. Menores de 12 anos devem ser encaminhados ao Hospital Jaraguá; pessoas com 12 anos ou mais, ao Hospital São José.

O que não fazer

- Não amarrar ou fazer torniquetes;
- Não colocar nenhuma substância, folhas ou qualquer produto na picada;
- Não cortar ou chupar o local da picada;
- Não dar bebida alcoólica ou querosene ao acidentado.

Telefones para Emergências
Samu - 192
Corpo de Bombeiros Voluntários – 193






 




Jaraguá do Sul - SC - CNPJ: 83.102.459/0001-23 - Rua Walter Marquardt, 1111 - Barra do Rio Molha - 89259-565 - Caixa Postal 421 - Fone: (047) 2106-8000