Categorias



Política de Educação em Saúde visa aprimorar atendimento à população

06/06/2019 - Publicado por: Jorge Pedroso - Categoria: Saúde - Tags: politica educacao saude permanente aprimorar atendimento populacao

SUS como Escola, Desenvolvimento Profissional e Observatório em Saúde são os eixos desta política

Instituída em novembro do ano passado pela Portaria nº 911, a Política Municipal de Educação Permanente em Saúde (PMEPS) está centrada na valorização do trabalho como fonte do conhecimento, proporcionando a troca de informações e experiências entre os servidores dos diversos setores da Secretaria de Saúde, com a finalidade de aprimorar o atendimento dos profissionais à população. A informação é do coordenador do Setor de Educação na Saúde, o psicólogo Jeovane G. Faria, acrescentando que essa política “opera de forma articulada e integrada aos órgãos públicos municipais, instituições privadas, educativas e sociedade civil organizada, em sinergia com outras políticas educacionais e contribuindo para o fortalecimento da gestão municipal da saúde e do SUS”.

Jeovane Faria destaca que o desafio da PMEPS é se apresentar como um quarto pilar dos processos de saúde, somando-se à promoção, à prevenção e à reabilitação. “A intenção é inserir um arcabouço teórico e pedagógico junto ao núcleo de práticas e cuidados vivenciados no cotidiano dos serviços de saúde”, complementa. Para isso, ele explica que as ações são articuladas de duas formas: “Educação Continuada”, em que a transmissão do conhecimento ocorre via profissional ou instituição especializada, por meio de capacitações, palestras e videoconferências, por exemplo; “Educação Permanente em Saúde”, que corresponde a um método de discussão e reflexão entre os servidores com o intuito de aprimorar os processos de trabalho.

EIXOS – Segundo Jeovane Faria, essas ações são desenvolvidas a partir de três estratégias: SUS como Escola, Desenvolvimento Profissional e Observatório em Saúde. O primeiro envolve as relações institucionais das áreas de saúde e educação (faculdades e escolas técnicas), promovendo a integração ensino-pesquisa-extensão-serviço-comunidade e orientando as linhas de pesquisa em saúde no âmbito da Secretaria Municipal de Saúde.

Já o Desenvolvimento Profissional é responsável pela organização, divulgação e monitoramento do calendário anual de qualificação e formação profissional, que, de março a maio deste ano, já contabiliza a realização de 30 encontros formativos, entre eles dois seminários clínicos: “Disfagia, Baixa Ingestão e Desnutrição – Módulo I”, em 10 de abril; “Prevenção Quaternária e Uso de Psicoativos”, em 22 de maio. Esse eixo também responde pela criação e manutenção de um banco de dados dos profissionais capacitados, ordenando a participação em eventos e formulando propostas e estratégias pedagógicas, conforme o PMEPS.

Ainda em construção, o Observatório em Saúde é o eixo responsável pela transparência e acesso às informações sobre Educação Permanente em Saúde em desenvolvimento no Município de Jaraguá do Sul, possibilitando o monitoramento e avaliação. Agrega informações estratégicas, como projetos, pesquisas, estudos e ações, disponibilizando dados a toda sociedade civil. “Com isso, ficará transparente ao público quem participa das formações e quanto é investido em cada formação”, justifica Jeovane Faria.


 




Jaraguá do Sul - SC - CNPJ: 83.102.459/0001-23 - Rua Walter Marquardt, 1111 - Barra do Rio Molha - 89259-565 - Caixa Postal 421 - Fone: (047) 2106-8000