Categorias



O comércio de Jaraguá em três fotos históricas

02/08/2019 - Publicado por: Jorge Pedroso - Categoria: Cultura - Tags: comercio jaragua tres fotos historicas arquivo

Dando continuidade à iniciativa de promover o resgate da memória de Jaraguá do Sul, a historiadora Silvia Toassi Kitta, do Arquivo Histórico, selecionou três fotos e informações de estabelecimentos comerciais, apresentando aspectos do comércio e sua contribuição na história econômica do município: prédio Tufie Mahfud e Casa de Comércio e Engenho de Reinoldo Rau, ambas do acervo do Arquivo Histórico; Comércio de Waldemar Rau, do acervo do Arquivo Histórico/Fundo Família Rau.
 
Prédio Tufie Mahfud – Av. Getúlio Vargas
Final década de 1930
Comércio de Waldemar Rau
Década de 1960
Casa de Comércio e Engenho de Reinoldo Rau – Rua Domingos Rodrigues da Nova, esquina com Av. Marechal Deodoro
Década de 1930

 
Prédio edificado pelo Sr. Tufie Mahfud, sírio, inciando a construção em 1935, terminando em 1938, que ali instalou um café e botequim e em 1940 um salão de bilhar. Em 23 de agosto de 1938 esta edificação serviu de sede para a Prefeitura Municipal e Fórum da Comarca, ali permanecendo até outubro de 1941, quando foi inaugurado o prédio da Prefeitura Municipal, na Praça Ângelo Piazera, hoje Museu. A parte superior, em 1941 foi alugada para o Clube Atlético Brasil (1939), permanecendo até 1947 com sua fusão com o Clube Jaraguaense (Antiga Sociedade de Atiradores Jaraguá – 1906), e que passaram a utilizar o nome de Clube Atlético Baependi. Conforme informações escritas pelo filho do sr. Tufie, o sr. Amadeus Mahfud, as salas foram alugadas posteriormente para o PRP (Partido de Representação Popular), Farmácia Jaraguá de José Lindolfo Borges, Loja de móveis de Vitório Lazzaris (cujo gerente era Lino Baratto), Salão de sinuca de Walter Karsten, Estúdio Fotográfico de Waldemar Vieira e a loja “Carinhoso” de Luiz Nicolodelli. Waldemar Rau em 1935, assume a filial de seu tio, Reinoldo Rau, na então localidade de Retorcida, hoje Nereu Ramos, mantendo ali comércio de secos e molhados, açougue, queijaria. Após seu casamento com Teresia Wolf, muda-se em junho de 1940 para a localidade de Três Rios, hoje bairro Rau, para o comércio de sua esposa que aí tinha uma “vendinha”(mercadinho), queijaria, açougue e dedica-se à expansão deste comércio. A nova sede do comércio e residência foi construída em 1955, com projeto de Franz von Knoblauch e construção de José Panstein. Atuava em diversas áreas do comércio, como: secos e molhados, farmácia, açougue e intermediava durante algum período a compra de arroz dos agricultores. Além disso dedicava-se à comunidade, atendendo a todos sempre que necessitavam, inclusive os doentes. Por mais de 30 anos foi Juiz de Paz realizando casamentos.


 
Reinoldo Rau foi um grande empreendedor de Jaraguá do Sul, com comércio de secos e molhados, produção industrial, inclusive de fabricação de pólvora. Além disso foi presidente da Sociedade Atiradores Jaraguá, sendo exímio atirador. A Casa Comercial foi construída em 1920 e o prédio do Engenho de arroz em 1929. Ali além de casa comercial, mantinha açougue, queijaria e posto de combustíveis. O engenho estava equipado com maquinário moderno com produção diária de 40 sacas. Vendeu o imóvel em 1953 para a Fecularia Rio Molha de Adolfo Antônio Emmendoerfer, que ali permaneceu com o beneficiamento de arroz até 1971.
 










 




Jaraguá do Sul - SC - CNPJ: 83.102.459/0001-23 - Rua Walter Marquardt, 1111 - Barra do Rio Molha - 89259-565 - Caixa Postal 421 - Fone: (047) 2106-8000