Categorias



Noite da Sopa resgata história de conflito mundial

03/06/2015 - Publicado por: Pedro Bortoloti Jr - Categoria: Cultura - Tags: sopa anvfeb evento

A Fundação Cultural de Jaraguá do Sul (FC) e o Museu da Paz apoiam a 1ª Noite da Sopa dos Expedicionários, promovida pela Associação Nacional dos Veteranos da Força Expedicionária Brasileira (Anvfeb), programada para ocorrer no dia 6 de junho, com início às 17 horas, na FC. Os ingressos, ao preço de R$ 15,00, podem ser adquiridos na FC.A proposta é utilizar a receita que o patrono do Serviço de Auxílio Religioso do Exército, Frei Orlando, capelão voluntário da II Guerra Mundial, preparava na Itália, utilizando alimentos arrecadados entre os soldados brasileiros, e distribuída entre a população italiana. O evento também destaca os 71 anos do Dia “D”, com a invasão da Normandia, na França, pelas forças aliadas, em 6 de junho de 1944. A investida, conhecida como a maior invasão marítima da história, com um contingente de quase três milhões de soldados, derrubou o domínio alemão na França e permitiu o avanço até a derrota do exército nazista, marcando o fim da Segunda Guerra Mundial. Neste combate morreu o tenente Arthur Scheibel, integrante da Marinha Norte-Americana, com família residente em Corupá.

Sobre Arthur Scheibel - Arthur Scheibel nasceu em Benedito Novo, mas foi criado em Corupá. O seu nome está registrado no Monumento aos Pracinhas do Vale do Itapocu, em Jaraguá do Sul. Ele consta como um dos cinco brasileiros da região que morreram em combate. Arthur Scheibel morreu no dia 6 de junho de 1944, o famoso “Dia D”, quando aconteceu o desembarque das tropas norte-americanas na Normandia. Arthur havia se alistado na Marinha Norte-americana, na qual era tenente, e era um dos poucos brasileiros que participaram dessa operação. O Brasil só entrou na guerra um mês depois do histórico desembarque das forças aliadas na costa francesa. Scheibel estava num dos navios que davam suporte às tropas no desembarque das tropas aliadas. O contra-ataque nazista explodiu o navio em que o brasileiro estava, provocando sua morte e a de muitos outros.

Scheibel, ainda muito jovem, saiu da casa dos pais, em Corupá, para estudar em Florianópolis. Lá, decidiu que queria ser piloto. Juntou-se à Marinha Mercante e começou a trabalhar num navio mercante brasileiro. Este navio foi uma das embarcações brasileiras bombardeadas por submarinos alemães em águas brasileiras. Foi salvo por um navio de bandeira norte-americana que navegava na região e, sentindo-se agradecido, naturalizou-se americano com o propósito de ser incorporado pela Marinha dos EUA, em 1943, onde ficou até sua morte, no ano seguinte.

A sopa de Frei Orlando - Após ter se tornado frade, frei Orlando foi para São João del-Rei, onde lecionou no Colégio de Santo Antônio, um estabelecimento de ensino dirigido pela Ordem dos Franciscanos Menores. Tinha 24 anos e caridoso, instituiu, na década de 40, a “Sopa dos Pobres”, uma obra de assistência social que chegou a receber o apoio voluntário de muitos integrantes do 11º Regimento de Infantaria (11º RI).

Quando o Brasil entrou na guerra, o Frei viu o 11º RI partir e não se conformou em permanecer na cidade. Assim, quando o comandante do regimento solicitou a indicação de um religioso para capelão militar ao Comissariado dos Franciscanos em São João del-Rei, Frei Orlando voluntariou-se e seguiu para a Itália com os "pracinhas" em 22 de setembro de 1944, a bordo do navio General Meigs. Seu primeiro trabalho foi celebrar uma missa na catedral de Pisa para os expedicionários brasileiros.

Lá, ao conhecer a realidade do povo italiano, resolveu também coletar alimentos, continuando com sua prática de preparar a sopa e distribuí-la aos que necessitavam. Os alimentos eram doados pelos soldados. Freiu Orlando morreu aos 32 anos, em 20 de fevereiro de 1945, vitimado por um tiro acidental. Terminada a guerra, o governo brasileiro instituiu Frei Orlando como patrono do Serviço de Assistência Religiosa do Exército (SAREx).(Com pesquisa em
http://www.infoescola.com/segunda-guerra/batalha-da-normandia; http://pt.wikipedia.org/wiki/Batalha_da_Normandia; http://batalhanormandia.no.sapo.pt/Odiad.html ; http://saojoaodel-rei.blogspot.com.br/2013/12/carta-de-frei-orlando-direto-do-front.html; http://www.ahex.ensino.eb.br/docs/frei/catalogo.pdf).


Os ingressos para a 1ª Noite da Sopa dos Expedicionários podem ser adquiridos, ao preço de R$ 15,00, no Museu da Paz, na Av. Getúlio Vargas, 405, Centro, Jaraguá do Sul.



 




Jaraguá do Sul - SC - CNPJ: 83.102.459/0001-23 - Rua Walter Marquardt, 1111 - Barra do Rio Molha - 89259-565 - Caixa Postal 421 - Fone: (047) 2106-8000