Categorias



Museu da Paz retrata participação indígena na II Guerra

18/09/2015 - Publicado por: Pedro Bortoloti Jr - Categoria: Cultura - Tags: primavera museus indigenas ibram

O Museu da Paz/FEB participa, de 21 a 27 de setembro, da 9ª Primavera dos Museus, promovida pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), que neste ano tem como tema: Museus e Memórias Indígenas e envolve instituições museológicas de 22 cidades da região Centro-oeste do país; 92 do Nordeste; 19 do Norte; 151 do Sudeste e 97 do Sul. O Museu da Paz, em Jaraguá do Sul (SC), incluirá em suas visitas monitoras parte da história que retrata a participação dos Terenas, originários do Mato Grosso do Sul, na II Guerra, lutando pela Força Expedicionária Brasileira (FEB). A ideia é criar, no futuro, de acordo com a responsável pela ação educativa do museu, Dionara Radunz Bard, um nicho temático que represente o efetivo indígena nas linhas de combate da FEB.

Entre os índios convocados a incorporar o 9º Batalhão de Engenharia de Combate, alguns que já haviam prestado serviço militar, constam: Aurélio Jorge, Dionísio Lulu, Leão Vicente, Antônio Avelino da Silva, Pedro Belizário Pereira, Natalino Cardoso e Irineu Mamede, da Aldeia Bananal; Venceslau Ribeiro, de Nioaque; Olímpio de Miranda e Rafael Dias, da Aldeia Limão Verde; Otávio, índio Kadiwéu; e Antônio da Silva e Dionísio Dulce, da Aldeia Água Branca. Outros dois índios Kinikinao, da Aldeia de Lalima, foram mortos e não identificados. Também há registros da participação de Terenas na Guerra da Tríplice Aliança, entre Brasil, Uruguai e Argentina, contra o Paraguai (1864-1870). (Com pesquisa em http://museudapaz.pbworks.com/w/page/94424309/EVENTOS).

O horário de visitação do Museu da Paz, que fica na Avenida Getúlio Vargas, 405, é das 7h30 às 11h30 e das 13 às 17 horas.

 




Jaraguá do Sul - SC - CNPJ: 83.102.459/0001-23 - Rua Walter Marquardt, 1111 - Barra do Rio Molha - 89259-565 - Caixa Postal 421 - Fone: (047) 2106-8000