Categorias



Lançada campanha “A ajuda de verdade não está nas ruas”

02/03/2020 - Publicado por: Emerson Gonçalves - Categoria: Social - Tags: social campanha

Iniciativa da Secretaria da Assistência Social e Habitação visa atender necessidades de pessoas em situação de vulnerabilidade, em especial crianças e adolescentes

Sob o tema “A ajuda de verdade não está nas ruas”, a Secretaria da Assistência Social e Habitação da Prefeitura de Jaraguá do Sul lançou no início da tarde desta segunda-feira (3) a Campanha de Abordagem Social para atender as pessoas em situação de rua no Município. O lançamento foi ocorreu na sala de reuniões da própria Secretaria e contou com a presença de representantes do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), Bombeiros Voluntários, Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Conselho Tutelar entre outras entidades.

Segundo a gerente de Proteção Especial de Média Complexidade, a assistente social Maria Andréia Stanck, a campanha escolheu esta temática para poder atender as pessoas que mais enfrentam situação de vulnerabilidade. “Temos aqui na Secretaria o serviço especializado em abordagem social que faz este atendimento”. Maria Andréia destaca que um dos focos da campanha é crianças e adolescentes que estão fazendo uso da rua para a venda de algum produto. “Ou até famílias que estão utilizando destas crianças para fazer isso”, detalha.

A justificativa para a campanha foi o crescimento observado no número de pessoas em situação de rua em Jaraguá do Sul nos últimos anos. Em 2013 este número ficava numa média de 17 ocorrências. “Em 2018 saltou para 248 pessoas e 2019 foi para 656, incluindo muitas pessoas de outros municípios que vêm de passagem para cá. O número de abordagens também saltou de 318 em 2018 para 1450 abordagens em 2019”, observou Andréia. Dos índices do ano passado, ela acrescenta que 12% são mulheres, 1,9% são ciganos; 14% indígenas e 4,7% estrangeiros. Destes, a maioria haitianos (50%) e uruguaios (40%). “Somente este ano 57 já foram abordadas e o ano só está começando”, disse a assistente social.

O objetivo, reitera Andréia Stanck, é identificar famílias e indivíduos em situação de risco pessoal como trabalho infantil, exploração sexual de crianças e adolescentes, e pessoas que ocupam o espaço da rua como moradia ou sobrevivência. “O Serviço deve garantir atenção às necessidades imediatas destas pessoas incluindo-as na rede de serviços socioassistenciais em nas demais políticas públicas. 

Dinâmica – A equipe de Abordagem Social é composta por psicólogo e educador social. A equipe atende no Creas Baependi no horário das 8 às 17 horas, mas eles fazem plantão de atendimento 24 horas de sexta até segunda-feira.

"Nós lançamos outdoors, cartazes que serão distribuídos para as instituições, para todo o comércio. Também será colocado um spot na rádio para que tenha um alcance maior para a população", explica Andrea sobre a campanha.

Nos cartazes haverá telefones pelos quais a população poderá entrar em contato com os serviços oferecidos pela campanha. Quando se trata de adolescentes ou crianças o telefone é do Conselho Tutelar (0800-6420122/988705577). No entanto, quando tiver relação a adulto entrar em contato com o Serviço de Abordagem Social 3725-8750/999301247.

O presidente do CMDCA, Edson Willian Piotto,elogiou a iniciativa. “É muito salutar, tendo em vista que temos observado o aumento de crianças pedindo esmolas ou sendo forçadas a vender produtos em estacionamentos de supermercados, sinaleiros, enfim. Existe todo um serviço que pode ajudar de verdade esta criança e não é por meio da esmola”.

Piotto também reitera que o conselho apoiou financeiramente a campanha em parceria com a própria secretaria. “Na parte de divulgação e no próprio engajamento de seus conselheiros. A gente dividiu os custos da campanha com a própria Secretaria por entendermos a importância deste trabalho. E é uma parte do Imposto de Renda que auxilia no desenvolvimento de ações de proteção de nossas crianças”, destaca o presidente.

A secretária jaraguaense da Assistência Social e Habitação, Maria Santim Camello, que conduziu a reunião, ressaltou a importância da iniciativa e pediu o apoio de todos. “Não dá mais para se omitir diante do quadro no qual observamos o aumento de crianças, adolescentes e até mesmo de adultos em situação de rua. Contamos com apoio de todos nesta campanha”.


 




Jaraguá do Sul - SC - CNPJ: 83.102.459/0001-23 - Rua Walter Marquardt, 1111 - Barra do Rio Molha - 89259-565 - Caixa Postal 421 - Fone: (047) 2106-8000