Categorias



Habitação reúne 266 famílias pré-selecionadas ao Residencial Santa Luzia

03/08/2017 - Publicado por: Jorge Pedroso - Categoria: Habitação - Tags: habitacao reune familias pre-selecionadas residencial santa luzia centro convivencia

A Secretaria de Assistência Social, por meio da Diretoria de Habitação, reuniu as 266 famílias pré-selecionadas para o Residencial Santa Luzia na noite da última terça-feira (1º), no Centro de Convivência (pavilhão “C” do Parque Municipal de Eventos), para esclarecimentos sobre o Programa Minha Casa, Minha Vida. As explicações foram apresentadas pelo diretor de Habitação, Luís Fernando Almeida, e a equipe de servidores do setor, pelos representantes da empresa responsável pela execução da obra – Construtora Sulbrasil Engenharia e Construções Ltda –,Tarcísio Pickler e o engenheiro Thales Wolf, e pelo gerente da Caixa, em Jaraguá do Sul, Rogério Martin. A reunião também contou com a presença da secretária de Assistência Social, Maria Santin Camello.

O diretor de Habitação, Luís Fernando Almeida, anunciou que a administração municipal busca novas propostas para condomínios menores e já realiza o levantamento de sete áreas com esta finalidade. De acordo com ele, a intenção é buscar parcerias com construtoras para disponibilizar imóveis a famílias da Faixa 1,5 do PMCMV – com renda mensal acima de R$ 1,8 mil. Almeida ainda informou que a prefeitura jaraguaense, em parceria com a Caixa, também tem a intenção de realizar um “pente fino” nas situações de irregularidades denunciadas nos demais empreendimentos Faixa 1 no município para que as unidades retomadas possam ser destinadas às famílias que estão na lista de espera da Diretoria da Habitação. Ele lembrou que são cerca de 300 casos e esclareceu que todo o processo judicial envolvendo a retomada desses imóveis é moroso e está sob a responsabilidade da Caixa.

FINANCIAMENTO – Já o gerente da Caixa, Rogério Martin, falou sobre o Programa MCMV e o financiamento dos imóveis, um compromisso que a família assume com a instituição bancária. Segundo ele, na modalidade Faixa 1 – em que está enquadrado o Residencial Santa Luzia –, o tempo de financiamento é de 120 meses (10 anos) e as prestações variam de R$ 80,00 a R$ 270,00, conforme a renda bruta familiar. O gerente explicou a existência da taxa condominial e enfatizou que a família não pode vender, alugar, ceder ou abandonar o imóvel até sua total quitação.

RESIDENCIAL – A conclusão da obra está prevista para março do próximo ano, segundo informaram os representantes da empresa Sulbrasil. O engenheiro Thales Wolf apresentou às famílias as características do Residencial Santa Luzia, que reúne cinco blocos de quatro pavimentos, com 31 apartamentos cada, totalizando 155 unidades com metragens em torno de 50m². Os prédios contam com espera para instalação de elevador e o empreendimento possui sistema de captação de água da chuva para uso nas áreas comuns. Wolf destacou que, além do salão de festas separado, cada bloco possui no andar térreo uma área gourmet.

PRÓXIMOS PASSOS – Os técnicos da Diretoria de Habitação explicam que o próximo passo do processo de seleção envolve uma análise dos nomes realizada pela Caixa, através do SITAH (Sistema de Tratamento de Arquivos Habitacionais), onde são verificadas questões de renda e se a família já não foi beneficiada em outro momento, por exemplo. Depois disso, a Caixa encaminha o resultado das análises à Diretoria de Habitação, que entra em contato com as famílias para comunicar se são compatíveis ou não ao programa e solicita das aprovadas a documentação que comporá seus dossiês.

IMPORTANTE – Almeida ainda destaca que é importante as famílias manterem seus contatos telefônicos atualizados na Diretoria de Habitação. Além disso, também o Cadastro Único precisa estar atualizado e, quem necessita efetuar a atualização do CADÚnico, deve procurar o CRAS de referência do território para agendamento. Ele orienta que, havendo intenção de alguém desistir, o ideal é que seja durante o processo de seleção, antes da assinatura do contrato com a Caixa, pois bastará assinar um termo de desistência na Diretoria de Habitação. “Quem desiste, não será prejudicado numa próxima seleção e apenas volta à lista de espera, aguardando novo empreendimento”, tranquiliza o diretor.

Até a conclusão do Residencial Santa Luzia e o processo de seleção, outras reuniões serão realizadas com as famílias, acrescenta Almeida. “Por isso, pedimos calma a todos e que aguardem o contato de nossos técnicos”, complementa, indicando que qualquer esclarecimento pode ser solicitado pelo telefone 2106-8634 ou comparecendo na Diretoria de Habitação.



 




Jaraguá do Sul - SC - CNPJ: 83.102.459/0001-23 - Rua Walter Marquardt, 1111 - Barra do Rio Molha - 89259-565 - Caixa Postal 421 - Fone: (047) 2106-8000