Categorias



Empossados conselheiros da primeira gestão do Compir

30/05/2014 - Publicado por: Jorge Pedroso - Categoria: Conselhos - Tags: empossados conselheiros compir igualdade racial

Luis Fernando Olegar aclamado presidente do Conselho

Os integrantes da primeira gestão do Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial (Compir) de Jaraguá do Sul foram empossados na manhã desta sexta-feira (30), em solenidade realizada na sala de reuniões do Gabinete, com a presença do presidente do Conselho Estadual das Populações Afrodescendentes de Santa Catarina (Cepa), José Ribeiro. Além da participação do prefeito Dieter Janssen e da chefe de gabinete Fernanda Klitzke Witkowski, também prestigiaram a cerimônia o secretário da Habitação, Antônio Marcos da Silva e o vereador João Fiamoncini. Após o ato de posse, houve a primeira pĺenária do Compir, tendo como principal item da pauta a composição da mesa diretora (foto à direita), sendo Luis Fernando Olegar aclamado presidente e Janete Marcos Rosa eleita vice-presidente. Ednamar Francisco foi escolhida primeira secretária e Francisco Valdecir Alves segundo secretário.

Na solenidade de posse – antes da plenária que elegeu a mesa diretora – na condição de presidente da comissão que conduziu o processo de criação do Compir, Luis Fernando Olegar lembrou que foi necessário pouco mais de um ano Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial se concretizasse, mas destacou que as discussões para sua idealização começaram em 2001, no Centro de Direitos Humanos de Jaraguá do Sul. Para ele, este é o início de um processo importante de construção coletiva para que as diferenças possam ser debatidas de forma séria.

O presidente do Conselho Estadual das Populações Afrodescendentes, José Ribeiro (foto ao lado), parabenizou a administração municipal pelo apoio à criação do Cmpir, lembrando que a discussão acerca da igualdade racial é muito difícil em Santa Catarina, onde apenas de 13 a 14% dos habitantes são negros e há muitos exemplos de desrespeito às religiões e à cultura afro-descendentes. Ribeiro destacou que as discussões no Compír devem levar em consideração as transversalidades das políticas públicas, citando a violência contra a mulher e a juventude, onde o maior número de vítimas e mortes é de pessoas negras. “O Conselho pode contribuir para outro modelo de sociedade que seja melhor para todos”, completou.

COMPIR – Criado em dezembro do ano passado, este conselho é integrado por 16 membros titulares, com oito representantes governamentais e oito de entidades da sociedade civil organizada, mais seus respectivos suplentes. Assumindo para um mandato de dois anos (2014-2016), os representantes da sociedade civil foram indicados por instituições eleitas em fórum próprio e os conselheiros governamentais indicados por seus poderes correspondentes.

CONSELHEIROS – Francisco Valdecir Alves (Secretaria da Habitação), Grasiela Flôrencio Medeiros (Secretaria da Assistência Social), Graziela Stoffel Broca (Secretaria da Saúde), Giuliano Sávio Berti (Fundação Cultural), Luis Fernando Olegar (Secretaria da Educação), Luciana Kulkamp Lehmann (Câmra Municipal), Tania de Lourdes Dantas (Gerência de Assistência Social,Trabalho e Habitação/SDR) e Alexsandro Cravo Kalfeltz (Polícia Militar) são os conselheiros governamentais titulares; Francieli Roberta Martins Savallish,Viviane Domingos, Aline Roberta Cabral Reinhold, Andréa Máximo Ferreira Malschitzky, Andréia Silveira Camillo, Sebastião da Silva, Kátia Koerner Quandt e Edson Jesus da Silva são os respectivos suplentes.

Os representantes da sociedade civil são os seguintes conselheiros titulares e seus respectivos suplentes: Everaldo Aparecido Corrêa e Jean Carlos Gomes (Comunidade Negra de JS – Conejas); Iracema Pinheiro e Ederval Winter (Bloco Carnavalesco Em Cima da Hora); Janete Macos Rosa (Grêmio Recreativo Bloco Carnavalesco Verde e Rosa); Ednamar Francisco e Mirela Fabiana Rengel (Grêmio Recreativo Cultural Escola de Samba Unidos do Manequinha); Rita de Cassia Martins e Maria da Glória Rosa (Movimento de Consciência Negra do Vale do Itapocu – Moconevi); Walker Douglas Pincerati e Marli Baehr (Grupo de Estudos e Apoio à Adoção de Jaraguá do Sul e Região Bendito Fruto); Maria Helena de Moraes e Sérgio Luiz Homrich dos Santos (Centro de Direitos Humanos de Jaraguá do Sul – CDH); Antonio José Piasson e João Pedro Rodrigues (Federação de Umbanda Candomblé e Angola – Fuca).





Jaraguá do Sul - SC - CNPJ: 83.102.459/0001-23 - Rua Walter Marquardt, 1111 - Barra do Rio Molha - 89259-565 - Caixa Postal 421 - Fone: (047) 2106-8000