Categorias



Centro de Atenção à Mulher zera fila para consultas ginecológicas

26/06/2019 - Publicado por: Jorge Pedroso - Categoria: Saúde - Tags: centro atencao mulher cam zera fila espera consultas ginecologicas

Quase 1,7 mil atendimentos e cerca de 330 faltas de pacientes no primeiro semestre deste ano

A fila de espera para consultas ginecológicas no Centro de Atenção à Mulher (CAM) foi zerada no início dessa semana, conforme informação da enfermeira Santa Nogueira de Oliveira, coordenadora desse serviço oferecido pela Secretaria Municipal de Saúde. Ao mesmo tempo em que comemora o resultado, ela lamenta o alto índice de absenteísmo, que já soma 332 faltas este ano, entre 22 de janeiro e a manhã desta quarta-feira (26). Nesse mesmo período, ocorreram 1.699 atendimentos, mas poderia ter sido mais, caso as pacientes faltantes tivessem avisado que não poderiam comparecer.

Para contribuir com a manutenção da fila de espera zerada, Santa de Oliveira solicita às pacientes que assumam o compromisso de não faltarem às consultas. Caso seja necessário faltar, solicita-se que o CAM seja comunicado, para possibilitar a antecipação do atendimento a outras pacientes agendadas, já que não há fila de espera no momento.

Além de avaliações em ginecologia, o Centro de Atenção à Mulher ainda dispõe de atendimento em pré-natal de alto risco, colposcopias, biópsias e cauterizações de colo uterino, pequenos procedimentos cirúrgicos ginecológicos, coleta de preventivos do câncer de colo do útero das pacientes que tiverem patologias do colo uterino. De acordo com Santa de Oliveira, são disponibilizadas mensalmente no CAM 613 vagas de consultas ginecológicas, de 550 a 580 vagas de obstetrícia (gestação de alto risco) e de 110 a 120 vagas para coloscopias. Ela esclarece que o acesso esses serviços ocorre via SUS, com encaminhamento das pacientes pelos postos de saúde.

Planejamento Familiar
No CAM também é desenvolvido o Programa de Planejamento Familiar, que inclui orientação aos casais por meio de palestra e encaminhamento a procedimentos cirúrgicos: laqueadura, inserção de DIU e vasectomia. “Nas palestras, apresentamos as vantagens e desvantagens de cada método e os critérios para encaminhamento à cirurgia, como ter idade mínima de 25 anos, por exemplo”, explica a enfermeira. Ela esclarece que a participação nesse programa pode ser agendada ligando diretamente para o Centro de Atenção à Mulher, sem a necessidade de passar pelo posto de saúde.

Já nos casos em que a inserção do DIU é orientada pelo médico do posto de saúde – quem agenda a paciente para a entrega dos documentos –, não há a necessidade de passar por palestra. Além disso, a coordenadora do CAM destaca uma alteração nesse procedimento, que envolve o exame de ultrassonografia para avaliação do posicionamento do DIU via SUS. Antes havia uma longa espera e agora é realizado em até 30 dias, pois na oportunidade da inserção o médico já faz a requisição de agendamento desse exame.

CAM – Implantado em dezembro de 2012 – quando passou a funcionar na Rua João Planincheck –, o Centro de Atenção à Mulher está instalado desde fevereiro de 2018 no Centro Vida, em um ambiente com cerca de 80 metros quadrados, compreendendo dois consultórios, uma sala de triagem, recepção, dois banheiros e uma sala de enfermagem. A equipe do setor é composta de cinco médicos, assistente social, enfermeira, dois técnicos de enfermagem, recepcionista e agente de limpeza.

Endereço
Rua Amazonas, n° 40 (2º piso Centro Vida) – Centro
Telefone: (47) 3374-2760
E-mail: saude.mulher01@jaraguadosul.sc.gov.br
Horário: segunda a sexta-feira, das 7 às 16h30


 




Jaraguá do Sul - SC - CNPJ: 83.102.459/0001-23 - Rua Walter Marquardt, 1111 - Barra do Rio Molha - 89259-565 - Caixa Postal 421 - Fone: (047) 2106-8000